Whey Protein: Tipos, Como Tomar, Benefícios, Qual o melhor, Engorda?

Tempo de leitura: 12 minutos

Índice

Mas, afinal, o que é esse tal de Whey Protein?

Manter uma rotina de exercícios físicos pode ser uma tarefa bem complicada, mas existem alguns meios que fazem com que a pessoa tenha mais energia na hora de fazer a malhação, como, por exemplo, Whey protein.

O Whey protein é uma proteína soro do leite, extraída quando está sendo realizado o processo para a produção do queijo. 

O produto possui diversas vantagens, entre as suas principais está por ser uma grande fonte de proteína.

O que também é muito importante saber sobre o Whey protein é que ele tem uma alta concentração de Glutamina e BCAA.

Ela ainda consegue fornecer mais aminoácidos essenciais para o desenvolvimento do corpo, sem fazer com que tenha uma maior adição de colesterol e gordura.

E o Whey protein não existe apenas um tipo, como ele é extraído do soro do leite, a quantidade de água ainda é muito grande, o que chega a representar grande parte do produto em um todo.

O que faz com que o valor acabe chegando de 93 a 95% do que foi retirado, com apenas 0,7 a 1,2% de proteínas.

Pelo valor ainda ser baixo, é necessário que se passe ainda pelo processo de microfiltração e ultrafiltração, por precipitação por ácidos ou bases, com troca iônica ou separação por membranas, tudo isso faz com que obtenha mais proteínas.

Os tipos de Whey Protein

Vamos conhecer os três tipos de Whey Protein que existem, o Whey Protein Concentrado, Whey Protein Hidrolisado e Whey Protein Isolado.

Whey Protein Concentrado

O primeiro deles é chamado de Whey Protein Concentrado, ele é melhor para pessoas que desejam ganhar massa muscular, sem gastar muito para isso, é a opção mais em conta quando se fala financeiramente.

O que faz o produto ter um preço menor é seu custo na hora de realizar a elaboração, já que o mesmo passa por um processo de filtragem mais leve, o que faz com que tenha de 70% a 80% de proteínas e o que restar fique com os carboidratos e gorduras.

Por esse motivo, se comparado aos outros que estão à venda nos mercados, acaba sendo o mais em conta, mas o que também pode não dar um resultado tão bom quanto os outros tipos disponíveis.

O Whey concentrado ainda tem algumas características bem específicas, como o fato de conter grande quantidade de BCCAs e glutaminas, partículas que acabam sendo responsáveis por diversas funções do organismo humano e ainda consigam melhorar a imunidade, já que possuem ação antioxidante.

Whey Protein Hidrolisado

Dentro dos tipos de Whey protein existe também o hidrolisado, que passou por uma filtragem bem detalhada, além de ter passado por um um processo de hidrólise, aonde acontece a quebra das cadeias proteicas em pedaços menores de peptídeos.

Mas, na prática, o que isso pode ajudar?

O processo de hidrólise facilita muito e torna mais rápido a absorção do produto no organismo, o que faz com que a pessoa que esteja ingerindo tenha uma facilidade muito maior na hora de combinar o Whey com sua rotina de exercícios.

Whey Protein Isolado

O terceiro tipo que é bem conhecido é o Whey isolado, já que sua concentração de proteínas é muito maior do que os outros, principalmente quando comparando a com o tipo concentrado. Tudo porque ele passa por uma filtragem maior e ainda sofre a troca iônica.

Isso tudo faz com que o produto tenha até 95% de proteínas e até consiga, em marcas que passam por um processo ainda mais detalhado, chegar a zero em sua quantidade de carboidratos e gordura.

Por esses motivos acaba sendo ideal para quem quer uma dieta de redução calórica, com emagrecimento e ainda definindo o corpo.

O que pode ser um ótimo para pessoas que estão precisando de um produto mais refinado e que consiga ter um melhor aproveitamento dentro do organismo, ajudando até em casos que a pessoa não possa ingerir produtos vindos do leite, o que facilita muito o processo.

Os principais benefícios do consumo do Whey Protein

Quem deseja consumir o Whey precisa também saber quais são seus benefícios, para entender exatamente qual é o produto em que está ingerindo e como ele pode facilitar no processo de seu treinamento.

Alguns deles, que vão te ajudar tanto no ganho muscular e na melhora do potencial de cada exercício executado, são:

O fato dele conseguir promover a maior retenção de nitrogênio, o que é muito importante para o crescimento para o crescimento muscular.

Ele também tem uma ação antioxidante, o que faz com que o corpo tenha o fortalecimento do sistema imunológico e reduza os sintomas do pós-treino, isso é realmente fundamental para pessoas que tem uma intensa atividade física.

Quando o Whey protein é tomado com acompanhamento de um profissional e ainda em conjunto com uma dieta, pode ser um fator fundamental para auxiliar na perda de peso e emagrecimento.

Ainda tem uma absorção muito mais rápida, o que acaba sendo muito importante para quem faz uso da proteína para hipertrofia na musculação. Isso é ótimo, porque depois de realizar um treino é quando surge à famosa “janela de oportunidades”, o que faz com que o músculo fique muito mais receptivo à chegada de nutrientes, o que gera uma melhor absorção de proteínas.

O Whey protein ainda faz com que a pessoa que esteja realizando sua dieta tenha uma melhoria grande na saúde e no desempenho quando for realizado exercícios muito importantes para o corpo, como os aeróbicos.

Ainda tem a função de reduzir os níveis de colesterol, chamado de LDL ou ruim e aumentar o colesterol de HDL ou bom.  É também de extrema importância saber como tomar o Whey para que a pessoa consiga ter todos esses benefícios em seu corpo.

Como tomar Whey Protein?

É indicado tomar, depois do treino, ou quando acordar, já que é onde se passa um grande tempo sem se alimentar, fazendo com que ocorra uma rápida absorção dentro do organismo.

Quando o caso foi hipertrofia, o mais correto a se fazer é ingerir o Whey depois do treino, em conjunto com a dextrose, já que o carboidrato faz com que o transporte de todos os nutrientes para dentro as células seja facilitado, podendo ser tanto proteínas, quanto glutamina, creatina e BCAAs.

O que funciona muito na hora de deixar pronto seu shake de Whey protein é misturar de 30 a 40 gramas do produto, com 200ml de água. Esse número, claro, pode ser alterado, dependendo do produto que você está utilizando.

Se você não tem uma alimentação saudável é preciso que tome o Whey acompanhado de um carboidrato como a maltodextrina ou a dextrose. 

Se o usuário do produto desejar, ele também pode o consumir junto a alimentos termogênicos ou outros suplementos, mas tudo com orientação de um profissional, nunca por conta própria.

É Melhor Tomar Whey Protein Antes ou Depois do Treino?

O dilema entre saber se toma o Whey antes ou depois do treino é um dos que cerca os profissionais e atletas.

Os dois têm as suas vantagens, então acaba ficando mais pela escolha da pessoa que vai ingerir o produto e do profissional que está a acompanhando.

Por exemplo, se você deseja tomar antes do treino, terá algumas vantagens no seu corpo, como uma boa colaboração de BCAA aos músculos do corpo, já que os aminoácidos não necessitam de processamento pelo fígado, e acabam indo já para as células do músculo e para a corrente sanguínea.

O BCAA Antes do Treino Pode Fazer Diferença

O BCAA pode ser um grande facilitador se entrar no corpo antes do treino, já que os exercícios que precisam de resistência têm como causa uma grande quebra na oxidação dos aminoácidos e ele no sangue faz com que tenha uma reposição rápida dos mesmos dentro do corpo.

Outro benefício de ingerir o Whey antes de começar a atividade física é que o corpo vai conter nutrientes para conseguir iniciar à síntese de proteínas durante o treino, e ainda acontece um bloqueio do cortisol.

Consumir Whey Protein Antes de Começar a Treinar?

Consumir um shake antes de começar a treinar por fazer com que se tenha uma diminuição grande dos níveis de cortisol.

A pessoa ainda vai ter muito mais energia durante a prática física, já que seu corpo vai ter um nível grande de proteínas, que vão te ajudar muito a trabalhar com todos os seus músculos durante os exercícios.

A proteína ainda pode trazer mais vantagens, como a digestão mais lenta dos carboidratos, o que pode fazer com que você não fique com fome na metade de seu treino.

A ingestão antes do treino pode ajudar a acelerar o metabolismo

A ingestão antes do treino ainda pode fazer com que o metabolismo fique acelerado por até um dia, o que faz com que a queima de gordura seja facilitada.

Já quem toma o Whey depois do treino consegue ter uma absorção bem maior e melhor das proteínas.

Absorção melhor dos nutrientes

Isso porque o Whey precisa muito de glicose para conseguir fazer um bom trabalho nas células do corpo, e no pós-treino a insulina está com seus níveis bem mais elevados.

Então, quando se consome o produto depois de praticar um exercício físico, isso pode fazer com que o corpo tenha uma absorção muito melhor dos nutrientes, o que gera diversos benefícios para o corpo de quem o consome.

Whey Protein Engorda ou Emagrece?

Quando o assunto é o Whey protein, uma grande dúvida que cerca é se o produto engorda ou emagrece.

A verdade é que o produto não é usado apenas para conseguir realizar ganhos no músculo, sim, ele também pode ser indicado para quem quer emagrecer e perder barriga, sem perder massa magra no corpo.

Tudo faz com que o controle dos níveis de açúcar no sangue seja muito melhor e que a pessoa consiga saciar a fome mais rápida do que outras proteínas.

Mas é necessário tomar cuidado com essas medidas.

Whey Protein pode engordar SIM!

Isso porque, se não tiver um acompanhamento necessário, o Whey pode sim engordar. Ele é um produto que realmente necessita de um acompanhamento com exercício físico, não é algo para ingerir e já obter resultados.

Por isso é importante tomar muito cuidado com a maneira de tomar o Whey protein, visto que ele não é um shake para emagrecimento e sim um produto que facilita muito para o processo de ganho muscular e na hora de realizar exercícios físicos.

Efeitos Colaterais

O que também é preciso saber na hora de consumir é entender bem quais são os efeitos colaterais que podem ser causados. O primeiro deles é para pessoas que têm problemas de saúde como intolerância a lactose.

Já que o Whey é feito com base no leite, o consumidor pode ter problemas como:

  • Diarreia;
  • Má digestão;
  • Gases e até mesmo cólicas.

Por isso é tão importante que quem quiser realizar um treino acompanhado com ele busque ajuda de um profissional.

Ele pode indicar, por exemplo, o Whey isolado. Isso porque, em grande parte desse produto, não existe lactose na composição. Muitas pessoas também questionam se ele pode ser prejudicial para os rins.

Isso não é confirmado. As pessoas que apresentaram problemas nos rins depois de ingerir o Whey são as que já tinham alguma deficiência no órgão e acabaram tendo complicações depois do consumo.

Tudo em excesso faz mal!

Mas é importante lembrar que em nenhum caso é indicado o consumo do Whey Protein em excesso. Ele, assim como diversos produtos que existem no mercado e auxiliam no treinamento físico, precisa de uma orientação profissional.

Por esse motivo, é importante entender que, quando se está pegando mais pesado no treino, todo esse processo de encontrar um produto que ajude tem que ser visto por alguém que realmente entende do assunto.

Se arriscar com marcas e tipos diferentes que não indicados a seu tipo de corpo pode trazer efeitos colaterais muito graves, o que prejudicará, e muito, o organismo do consumidor e também seu potencial para executar todos os exercícios que deseja da melhor maneira possível.

Quando se trata de Whey, a melhor coisa a se fazer é entender exatamente o que está ingerindo, quais são suas funções dentro do organismo e como ele pode te ajudar a atingir os objetivos que deseja dentro de uma rotina saudável.

Isso vai fazer com que não apenas a sua rotina mude dentro de seu treino, como também você consiga entender mais sobre os processos que estão acontecendo em seu corpo e tenha sempre os melhores resultados alcançados.

Whey Protein: Tipos, Como Tomar, Benefícios, Qual o melhor, Engorda?
5 (100%) 1 vote

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *