Herpes tem cura? Saiba qual é o Melhor Tratamento

Tempo de leitura: 15 minutos

Herpes tem cura? Saiba qual é o Melhor Tratamento

Herpes tem cura: existem dois tipos de Herpes a labial e a genital
Herpes tem cura? Saiba qual é o Melhor Tratamento

Herpes tem cura? Saiba qual é o Melhor Tratamento.

Herpes tem cura? Conheça o melhor tratamento para se livrar do vírus. Muitos se perguntam, nesse artigo vamos falar mais sobre esse assunto.

Existem dois tipos de Herpes, a Labial e a Genital, e ambas podem prejudicar muito a saúde de quem as carrega, e, por essa razão é comum que os portadores queiram saber: o herpes tem cura? Essa publicação foi montada para que todas as dúvidas em relação a isso desapareçam, continue lendo e saiba mais.

Herpes tem cura: Herpes labial

Cure a Herpes labial
Herpes Labial tem cura

A infecção da Herpes Labial, como o nome propõe, se faz presente na região da boca e lábio, e é provocada pelo Vírus da Herpes Simples do Tipo 1 (HSV1). Seus ferimentos são comuns, caracterizados pela presença de pequenas bolhas aparentes no lábio do infectado.

O grande mal dessas bolhas é que elas são dolorosas e, após um tempo, “estouram” deixando crostas no seu lugar.

As crises oriundas do Herpes labial normalmente duram pelo menos do que uma semana, mas são frequentes, e sempre que o paciente passa por alguma situação que desbalanceie o seu sistema imunológico, como alto pico de estresse, elas reaparecem.

Hespes e o estagio do virus - bolhas estiverem presentes, o paciente é visto como alguém que contagia
Conheça os estágios do Herpes

Enquanto as bolhas estiverem presentes, o paciente é visto como alguém que contagia. Quando todos os machucados “estouram” e se tornam crostas, as chances do infectado passar esse problema para outra pessoa diminuem, mas não se tornam 100% nulas.

Em alguns casos, mesmo nos momentos assintomáticos (quando os sintomas não estão aparentes), os pacientes podem apresentar pequenas amostras do vírus do Herpes dentro de sua boca, isso pode servir como espaço para o crescimento do vírus.

Herpes: Índices Alarmantes

Herpes está presente em 90% da população
90% da população tem Herpes

É estimável que até 90% da população acima dos 40 anos já teve contato direto com o herpes labial em alguma fase de sua vida, entretanto só um terço desse número desenvolveu a doença, apresentando os machucados na boca. O restante desenvolveu anticorpos naturais, se tornando imunes ao vírus sem apresentar os sintomas.

O Herpes Simples do Tipo 1 pode aparecer em outras partes do corpo, como no fígado, olhos e até no sistema nervoso central, mas em grande parte das vezes ele fica na região da boca.

Para centrarmos em um único assunto e explicarmos de forma fácil mais profunda sobre o tema, no artigo de hoje vamos nos comprometer a um ponto: o Herpes labial tem cura? Herpes tem cura?


Existem duas maneiras de responder essa questão. É possível dizer que a herpes tem cura, já que dois por cento das pessoas que tem contato com o seu vírus consegue eliminá-lo completamente do organismo.

Mas a questão é que nessa porcentagem estão aquelas que normalmente em nenhum momento da vida desenvolveram os sintomas, por isso, é complicado falar da cura de algo que nem sequer se manifestou.

Clico do Vírus do Herpes
Herpes tem cura? Saiba qual é o Melhor Tratamento

A resposta dois, para se herpes tem cura, é que ao falar sobre o grupo de pessoas que contraiu o vírus do Herpes labial, desenvolvendo as lesões, só podemos dizer que não. E por que isso?

Herpes ciclo do vírus

Herpes Labial e Genital
O vírus Herpes – labial e genital

Porque o vírus do Herpes tem acesso ao corpo através da pele, se transportando rapidamente até os nervos responsáveis por aquela região. Uma vez alojado, o vírus vai até a coluna vertebral e se aloja em um grupo de neurônios. Nesse lugar, o Tipo 1 consegue se manter “escondido” de todos os medicamentos e sistema imunológico.

É por isso que sempre que o sistema imunológico é afetado alguns dos vírus “escondidos” voltam para a pele ocasionando mais uma crise do Herpes labial.

Os tratamentos ofertados com frequência pelo mercado são capazes de cuidar do Herpes de forma simples, ou seja, eles não chegam até o grande problema, sendo incapazes de eliminar totalmente o vírus do organismo, fazendo com que a afirmativa “herpes tem cura“.

A incapacidade das drogas produzidas pela indústria farmacêutica e do nosso próprio sistema imunológico faz com que os pacientes estejam sempre predispostos ao vírus, tendo episódios frequentes das crises de herpes. 

A intensidades e a frequência dessas crises dependem muito do estado imunológico de cada paciente. Situações que podem estressar o organismo, como insônia, cirurgias, exposição excessiva ao sol e outras coisas, podem ser vistas como um gatilho para a herpes.

Enquanto uma pessoa pode apresentar crises mensalmente, outras podem passar por isso apenas uma vez no ano.   

Até mesmo no modo tradicional, o Herpes tem cura de certa forma. Existem tratamentos para amenizar as crises, normalmente, e isso acontece com o uso de antivirais, como Valaciclovir e Aciclovir. Muitos especialistas acreditam que os tratamentos orais são mais eficazes que os cremes ou pomadas.

Nesse termo, para os pacientes que quase não sofrem com esse mal, nenhum tratamento é indicado, mas sabemos bem que todos os portadores querem se ver livre disso de uma vez por todas e, por isso, pedimos para que continue lendo esse artigo para conhecer o Protocolo Definitivo Para Acabar com a Herpes, que é um procedimento natural que promete o fim total desse mal.

Mas antes de falarmos mais sobre esse programa que promete que o Herpes tem Cura, você precisa conhecer sobre o outro tipo de Herpes:  Genital.

Herpes tem cura: Herpes genitalHerpes genital é transmitida pelo sexo

Herpes genital é transmitida pelo sexo

A Herpes genital é transmitida pelo sexo, seja oral, vaginal ou anal. Ele aparece com mais frequência entre os adolescentes e adultos, percebe-se que a falta de cuidado com o uso de camisinha abrange diferentes, quando os dados mostram que a Herpes genital é comum entre as pessoas de 14 a 49 anos.

Métodos de tratamento

Métodos de tratamento para o Herpes
Herpes Labial e Genital existem métodos de tratamento com pomadas e comprimidos antivirais

Assim como acontece com Herpes Labial, existem métodos de tratamento para o Herpes Genital com pomadas e comprimidos antivirais que aliviam as dores, sintomas e aparecimento de ferimentos na pele. 

O tratamento para herpes genital precisa ser diagnosticado por um urologista ou ginecologista e, quase sempre, a opção ofertada é pelos comprimidos antivirais, como Valacicovir ou Aciclovir, duas vezes ao dia. Entretanto, algumas vezes, as pomadas antivirais também são indicadas e devem ser aplicadas de 4 em 4 horas, com muito cuidado com a higienização local.

No período de cuidado, é aconselhado que os pacientes evitem totalmente o sexo e qualquer contato íntimo, até mesmo com o uso da camisinha. Isso porque o vírus, quando em uma lesão exposta, pode infectar o parceiro com o simples contato direto na pele.

Tratamento caseiro

Existem muitos tratamentos caseiros para o Herpes
Tratamento caseiro para o Herpes

O tratamento caseiro, daqueles ensinados pelas vovós, sabe? É indicado até mesmo pelos médicos, mas como forma complementar do tratamento. O recomendado é que o paciente realize banho de assento de hamamélis ou manjerona, por até 4 vezes no dia, isso ajuda a diminuir a inflamação e a dor, e é ótimo para o combate ao vírus.

Água gelada: Muitos também usam a compressa fria para o tratamento do vírus do Herpes.

Sal Epson: O sal Epson, é também muito usado, misture um punhado de sal Epson em 1 litro de água de água morna, deixe de molho a parte afetada por 15 minutos.

Haloe Vera:  também é muito usado, abra a planta retire o gel e passe sobre a parte afetada. Use duas vezes ao dia por pelo menos 15 dias.

Alho: é muito usado para infecções, triture o alho e coloque sobre a área afetada. Cuidado NÃO deixe por muito tempo, se preferir faça o chá de alho e coloque compressas no local.

O leite cru ( não  pode ser fervido) de preferência leite puro, é conhecido por ser bom para feridas no corpo. Coloque compressas de leite frio no Herpes por 15 minutos.

Fique atento aos principais sintomas que podem aparecer nas mulheres e homens: Dificuldade no momento de urinar; coceira, dor e calor intenso; bolinhas na região genital que após dois dias apresentam um líquido sem cor e pele grossa e irregular. 

Esses sintomas podem aparecer rapidamente, em apenas dois dias, ou demorar cerca de 10 dias. Geralmente, a primeira crise é a pior e mais forte em relação as outras. Entretanto, é possível até mesmo estar contaminado sem apresentar os sintomas.

Dessa forma, mesmo com a menor suspeita de infecção de herpes genital, é recomendada a consulta com seu ginecologista ou urologista.

Fique atento quanto ao Herpes genital na gravidez, isso pode ser muito perigoso, causando até um aborto espontâneo ou problemas durante a gestação. O tratamento também pode ser feito com antivirais desde que recomendado pelo obstetra. Em algumas ocasiões, o médico opta pelo parto cesárea para evitar o contato do bebê com a área contagiada.

Herpes tem cura? Conheça o melhor tratamento: Protocolo Definitivo para acabar com a Herpes

Segredos para tratar o herpes naturalmente
Protocolo definitivo para acabar com o Herpes

Após conhecer o Protocolo Definitivo para acabar com a Herpes, você verá que a herpes tem cura, e uma cura real, e não paliativa. Se você quer acabar com a presença desse vírus que te fará, literalmente, sentir na pele que a herpes tem cura, conheça mais sobre esse protocolo que promete acabar de vez com esse mal.

Quem sofre com herpes sabe bem que esse é um problema bem sério e desagradável. Entretanto, os danos dessa doença vão além de quando os sintomas e ferimentos aparecem, porque que tem esse vírus está com você até mesmo quando tudo parece bem por fora.

Os remédios já conhecidos e que citamos nesse artigo são capazes de minimizar os problemas, de aliciar os sintomas temporariamente. Já foi comprovado que esses remédios que estamos acostumados a encontrar no mercado como a solução, não são a solução verdadeira para a herpes, mas a herpes tem cura, de maneira 100% natural e eficaz, com o Protocolo Definitivo Para Acabar com Herpes.

Sem falar que os remédios indicados apresentam efeitos colaterais e, de acordo com a Alessandra Soares, a criadora do programa que descobriu que herpes tem cura, sentir esses efeitos não é nenhum pouco confortável.

Conheça o guia definitivo para acabar com o Herpes
Guia definitivo para acabar com o Herpes

Meu nome é Alessandra Soares e esta aqui é uma foto minha e de meu namorado. Por que eu estou lhe mostrando esta foto? Porque alguns dias antes desta foto ser tirada eu fui diagnosticada com o herpes tipo 2. E ele terminou comigo. Ele disse que a culpa não era dele. E que ele não queria arruinar sua vida.

“Como isso pode ter acontecido comigo?” Eu me perguntei. Eu não podia dormir. Na verdade, Roberto tinha sido apenas o segundo homem com quem eu tinha tido uma relação mais íntima.

Do nada alguns machucados apareceram em minhas nádegas. Eu não levaria isso muito a sério, mas o constante contato desses machucados com minhas roupas íntimas me deixavam louca. Mesmo quando meu médico tirou amostras de sangue e de pele, eu estava mais aborrecida do que preocupada. Eu me senti como se ele tivesse me jogado um balde de água fria. Imagine minha surpresa quando eu perguntei sobre o resultado dos exames. Herpes. Eu me senti como se tivesse sido apunhalada no estômago. Tudo que eu pensava era: “Não pode ser de mim que ele está falando!”.

O Herpes parecia como uma sentença de morte... em uma sela solitária.

O único modo de escapar da prisão do herpes seria morrer. “Tudo que nos podemos fazer é controlar as feridas”, dizia meu médico. Ele me receitou Aciclovir, e os machucados em minhas nádegas desapareceram. Mas isso não foi a única coisa que o Aciclovir me fez perder.

Eu logo comecei a perder cabelo. E muito cabelo. Eu fiquei em pânico e perguntei ao meu médico. Ele me confirmou que Aciclovir realmente podia causar queda de cabelo, entre outros efeitos colaterais. Eu mudei para o Valtrex. Com ele, meu estômago realmente ficou rebelde.

Eu não podia me concentrar em meu trabalho e meus colegas me cortaram de vários projetos. Eu tive que parar com o Valtrex ou meu chefe iria me despedir. Os machucados voltaram e eu estava arrasada. Os medicamentos que foram feitos para me curar tinham arruinado minha vida.

Depois de meses sofrendo eu cedi aos apelos de minha mãe e contei meu segredo ao meu pai. Sabe, meu pai é um dos médicos mais conceituados do Brasil. Se você nunca ouviu falar dele é porque ele realmente preza a privacidade.

Ele prefere ajudar o máximo de pessoas sem levar o mínimo de crédito. Médicos de todo o país enviam seus casos sem esperança para que ele os avalie. Eu pensei em pedir a ajuda dele, mas estava realmente envergonhada. Agora, ele era minha única esperança…

Alessandra Soares vem de uma família de médicos que procuram formas naturais de cuidar de seus pacientes.

Diversos estudos apoiam e ressaltam a importância de utilizar métodos de eliminação para o vírus da herpes, zerando os efeitos colaterais. Só é preciso um tratamento para que milhares de pessoas consigam se ver livre de vez desse mal.

Se você passa por problemas com herpes, use o Protocolo Definitivo Para Acabar com Herpes. Além de se proteger, você também estará protegendo as pessoas que você ama, você nunca mais sentirá o medo de infectar o seu parceiro, e toda essa mudança nascerá sem a necessidade do uso de drogas que causam dor de cabeça, enjoo e demais problemas de saúde.

Ademais, o tratamento com o Protocolo Definitivo Para Acabar com Herpes é muito barato. Tão barato que a indústria farmacêutica não sente interesse em investir nele por não ser algo que trará bons lucros. Para a comprovação de que herpes tem cura, sem precisar de sofrimentos e efeitos colaterais esse programa é a solução.

Se você não procurar pela solução desse problema, ele pode ficar cada vez mais sério e até levar a óbito, porque vale ressaltar que a herpes é a chave para a aparição de outras doenças, por exemplo:

  • Há o dobro ou o quádruplo de chances do contágio do vírus HIV;
  • Inchaços e convulsões na área do tecido cerebral, que pode levar até ao rompimento craniano; 
  • Maiores chances do contágio de meningite.

Pouco se fala, mas o vírus da herpes já é conhecida por nós, humanos, há cerca de dois mil anos e os nosso ancestrais sabiam como curar esses problemas naturalmente. Isso tudo foi descoberto durante os estudos do Protocolo Definitivo Para Acabar com Herpes. Onde está essa cura? No programa que quer auxiliar o máximo de pessoas possíveis,

Apesar de saberem da eficiência do que realmente erradica esse vírus, as grandes empresas farmacêuticas não ganham lançando essa solução. Como dissemos, não é viável para eles, afinal, esse método pode ser até 66 vezes melhor para o bolso do que os medicamentos que conhecemos.

Até hoje ele já curou milhares de brasileiros com herpes, já são mais de oito mil usuários do processo que faz com que a solução para herpes seja total, que faz com que os pacientes possam dizer: “herpes tem cura!”. Sem falar do fator que não gera efeitos colaterais.

O método possui 7 passos bem explicativos e fáceis de serem seguidos, que nutrem e restauram o sistema imunológico de maneira natural.

Dessa forma, qualquer infecção pode ser combatida. Com o tempo de programa, você vai aprender mais do que simplesmente acabar com a herpes, também saberá como eliminar o lixo tóxico presente em seu corpo, dando adeus a dores de cabeça, cansaço e mais.

Vai funcionar para você?

A empresa responsável pela venda de Acabar com Herpes no Brasil confia tanto no seu produto, que oferece uma garantia de 100% de satisfação.

Para ter acesso a tudo isso, acabando de vez com o vírus e o eliminando totalmente do seu sistema imunológico, basta realizar a compra do Protocolo pelo através do oficial.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *