O que é Herpes Labial? Tem Cura? Conheça o Melhor Tratamento

Tempo de leitura: 14 minutos

O que é Herpes labial? Tem Cura? Conheça o Melhor Tratamento

O que é Herpes labial? Tem Cura? Conheça o Melhor Tratamento
O que é Herpes labial? Tem Cura? Conheça o Melhor Tratamento

O que é Herpes labial? Tem Cura? Conheça o Melhor Tratamento.

O interior da nossa boca pode ser mais complexo do que você imagina. E como em todo meio complexo existem problemas, na boca não podia ser diferente.

O herpes labial é um problema que afeta 90% da população, segundo a SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia).

Mas, isso não quer dizer que o vírus se manifeste. Ainda de acordo com a SBD, são os 10% restantes da população que não têm imunidade para fazer com que o vírus adormeça, ou seja, não se manifeste.

Então, afinal de contas, o que é Herpes labial? Hoje você vai ficar por dentro de tudo o que precisa saber sobre essa doença, quais são suas causas, se existe tratamento, como ela se manifesta e tudo mais. Confira a seguir.

O que é Herpes labial?

Herpes labial tem cura?
O que é Herpes labial? Tem Cura? Conheça o Melhor Tratamento

Algumas pessoas chamam de doença, o que não está errado, mas, de acordo com o dermatologista Paulo Roberto Schrega, trata-se de uma infecção, que é ocasionada pelo vírus do Herpes.

Vírus do Herpes

Saiba mais sobre o vírus do Herpes
Vírus do herpes

Existem os tipos 1 e 2, e eles aparecem em regiões diferentes do nosso corpo. O vírus que causa o herpes labial é o tipo 1, e o tipo 2  aparece nas regiões genitais, mas isso não é uma regra, portanto, varia de pessoa para pessoa.

Herpes labial é contagioso?

Herpes labial é contagioso? A resposta é sim.
Herpes labial é contagioso? A resposta é sim.

Por se tratar de uma infecção viral?  A resposta é sim, podemos dizer que o Herpes labial é uma doença contagiosa.

É só você seguir o princípio básico de toda infecção viral, como a gripe, por exemplo. Ficar em contato direto com um indivíduo gripado pode te deixar gripado também.

Contato

Contagio do vírus do Herpes
Transmissão e Contágio do vírus do herpes

No entanto, não significa que só porque você está no mesmo ambiente que uma pessoa que tem herpes labial, você irá contrair a infecção.

Até mesmo porque, como vimos antes, 90% da população brasileira têm o vírus adormecido em si.


Quando falamos do contato direto com uma pessoa que está com o herpes labial manifestada, tudo vai depender da situação da sua imunidade.

Sistema Imunológico

seu sistema imunológico estiver baixo, então você tem grandes chances de contrair a infecção.
Sistema imunológico baixo ajuda a contrair a vírus do herpes

Se você beija uma pessoa com herpes labial, ou usa o mesmo talher que ela, copos ou afins, e seu sistema imunológico estiver baixo, então você tem grandes chances de contrair a infecção.

O ideal é que todo contato direto com a pessoa que estiver com herpes labial seja evitado.

Como o herpes labial se manifesta?

herpes labial como se manifesta?
herpes labial sem manifesta através de bolhas na boca

Normalmente, o herpes labial aparece no formato de bolhas na boca. No entanto, o problema não é só a aparência dessas feridas, é o fato de que elas coçam e também causam dor aos indivíduos.

É comum que as pessoas tenham uma ou duas feridinhas. Mas, em casos mais graves, elas aparecem em pequenos “grupos” o que prejudica não só a saúde, como também a autoestima.

Ciclo da manifestação

Herpes labial estágios
Estágio do vírus Herpes Labial

Nas primeiras horas de manifestação do vírus, até dois dias depois, começam a surgir pequenas bolhas de água na boca. Essas bolhas incham e acabam se rompendo, o que dá origem às feridas.

Essas feridas se cicatrizam e, aos poucos, vão sumindo. Depois disso, o vírus do herpes estará em estado de latência no organismo até que apareça de novo.

Herpes labial recorrente

Às vezes, a doença pode se manifestar até cinco vezes por ano em cada pessoa portadora do vírus da herpes, não adormecido. Nesse caso, chamamos a infecção de herpes labial recorrente.

Herpes tem cura?

Conheça o melhor tratamento para Herpes labial
Herpes labial tem cura? conheça o melhor tratamento

A maioria das doenças virais tem cura, mas, infelizmente. É possível fazer um tratamento para amenizar os sintomas, e até fazer com que as feridas e o desconforto desapareçam, mas nada garante que elas não vão aparecer novamente em algum determinado momento.

Tratamentos

Pomadas são usadas para o alívio do desconforto provocado palo vírus do Herpes.
Existem vários remédios, como pomadas contra a dor e o desaparecimento das feridas, que alivia a coceira e o desconforto.

Existem remédios facilmente encontrados, como pomadas contra a dor e o desaparecimento das feridas, que alivia a coceira e o desconforto provocados pelo vírus Herpes.

No entanto, se a pessoa se sente desconfortável com a aparência da pomada na boca, também pode optar por adesivos medicinais, que tampam toda a ferida, o que também é bom para evitar o contágio de outras pessoas.

Como aplicar as pomadas?

Pomadas para combater o herpes
O uso de Pomadas são indicadas pelo médico.

Durante uma semana, deve ser aplicada a pomada indicada pelo médico. No entanto, ela não deve ser aplicada mais do que cinco vezes ao dia. Além desse cuidado, é preciso se certificar de que ninguém está em contato direto com a boca do indivíduo, nem compartilhando copos, talheres e esse tipo de objeto.

Casos graves

Situação crítica do virus do Herpes Labial
Em situações críticas do vírus do Herpes o uso de antivirais deve ser ministrado.

Normalmente o Herpes, quando em tratamento, não demora mais do que dez dias para desaparecer.

Mas, em situações mais críticas, nem sempre as pomadas e os adesivos resolvem. Por isso, sob prescrição médica, o indivíduo precisará tomar comprimidos antivirais. Mas, atenção: esses comprimidos são vendidos somente com receita. Eles servem para causar um impacto maior no organismo, e diminuir a ação viral.

Existe tratamento caseiro?

Tratamento caseiro para o herpes labial
Herpes Labial remédios caseiros

Sim, os tratamentos caseiro são muito usados. Algumas pessoas podem ter alergia aos componentes de medicamentos, por isso, é preciso recorrer a um tratamento alternativo, e natural.

Coma alho

Alho para curar o Herpes labial
Para quem quer curar a herpes labial de uma forma natural é comer um alho todos os dias.

Pode parecer desagradável, mas o mais indicado para quem quer curar a herpes labial de uma forma natural é comer um alho todos os dias, e ele precisa estar cru.

Não existe um tempo limite para essa prática. Logo que o indivíduo sentir, ou mesmo suspeitar que o Herpes vai se manifestar, deve começar o tratamento caseiro. Além disso, esse ritual deve ser mantido até que os sintomas desapareçam completamente.

Para tratar herpes labial recorrente

Quando a herpes vai e volta em períodos próximos, é preciso recorrer a uma medida mais rígida. Se o indivíduo sentir algo de errado em seus lábios, e suspeitar que a herpes vai aparecer, já deve começar o uso da pomada antiviral.

Além disso, outros cuidados são necessários, como: não ficar exposto ao sol por longos períodos, sempre usar protetor solar e protetor labial, beber muita água, usar manteiga de cacau (de uso somente do indivíduo) e também procurar evitar situações de estresse.

O que estresse tem a ver com Herpes labial?

Quando a pessoas passa por estresse, reativa o vírus do herpes.
O vírus do herpes, reativa em situações de estresse e baixa imunidade.

O vírus do Herpes labial, também chamado de HSV-1, fica adormecido no organismo, mas, quando o indivíduo sofre situações de estresse intenso, a sua imunidade cai.

E é nessa situação de baixa imunidade que o vírus aproveita para se reativar. Pode parecer bobagem, mas herpes labial e estresse têm sim uma forte relação.

Como sei que o tratamento está funcionando?

Muita gente fica preocupada por querer saber em quanto tempo o tratamento começa a fazer efeito.

O seu tratamento está funcionando se depois de três ou quatro dias, você sentir menos coceira na boca. Além disso, também é possível perceber que a região, bem como as feridas, fica menos vermelha e já começa a cicatrizar.

Sinais de que a infecção está piorando

No entanto, não é sempre que os tratamentos funcionam, pois algumas pessoas podem apresentar resistência contra as medidas. Na maioria das vezes ele só não funciona porque a pessoa não se compromete a tomar os cuidados diários.

Nesse caso, as feridas só vão continuar aparecendo cada vez mais na boca, e a pessoa também poderá sentir dores ao mastigar um alimento, e até mesmo ao engolir.

Consequências de não tratar o Herpes labial

Como qualquer outra doença, o Herpes labial, se não for tratada, pode causar graves consequências à saúde das pessoas.

É importante saber que existe um vírus ativo no seu corpo, o que significa que sua imunidade está completamente afetada, portanto, você está vulnerável e pode contrair qualquer outra doença, inclusive as sexualmente transmissíveis como HPV.

Tratamento para gestantes

Procure um médico para o controle do Herpes .
Um médico é fundamental para acompanhar gestantes, no controle do vírus do Herpes.

Já que o Herpes labial também pode se manifestar em mulheres grávidas e lactantes, os medicamentos também devem ser direcionados a elas.

Gestantes e lactantes podem fazer uso normal de pomadas, adesivos e comprimidos, mas, o cuidado deve ser e dobro e toda medicação deve ser feita sob prescrição médica.

O ideal é que a mulher seja acompanhada por um obstetra durante o tratamento da herpes labial. Para elas, as receitas de tratamento caseiro são uma ótima opção.

Quais são os remédios mais usados?

Para tratar o Herpes labial, já existem alguns medicamentos que são os “queridinhos” dos médicos. Isso porque eles são remédios de qualidade, e, claro, apresentam bons resultados no tratamento. Alguns deles são:

– Aciclovir (pomada);

– Zovirax (pomada);

-Valaciclovir (comprimido);

– Famciclovir (comprimido).

Alimentação ajuda a prevenir o Herpes?

Controle o Herpes com uma boa alimentação
Boa alimentação é uma das formas de controle do Herpes.

Alguns especialistas recomendam que as pessoas reeduquem sua alimentação, e passem a comer melhor, como uma das formas de prevenção da herpes labial.

E a razão para isso é muito simples. Agora você já sabe que quando nossa imunidade está baixa, estamos mais suscetíveis ao aparecimento do vírus, e uma boa alimentação tem tudo a ver com a imunidade boa. Nesse caso, alimentar-se bem é essencial.

O que devo comer?

Alimentos ricos em vitamina C
Alguns alimentos ricos em vitamina C

Comer bem não significa comer muito. Além disso, existem alguns alimentos específicos que ajudam a dar aquela turbinada na imunidade. Vamos dar uma olhada em alguns deles:

Tomate, morangos, peixes como o salmão e a sardinha, alho (indicado para tratamento caseiro), sementes de linhaça e chia.

Vitamina C

Combata o vírus do Herpes com vitamina C
Vitamina C é um ótimo potencializador da imunidade, isso ajuda a combater o vírus do Herpes

Todo mundo sabe que vitamina C é um ótimo potencializador da imunidade, se não fosse por isso, não existiriam efervescentes com gosto de laranja em todas as farmácias do mundo, não é mesmo?

Por isso, inserir na dieta alimentos ricos em vitamina C pode ser uma boa ideia para ajudar na prevenção do Herpes. Você pode optar por frutas cítricas, como laranja e limão, acerola, kiwi, abacaxi,  caju  entre outros.

Lisina

A lisina é um aminoácido que também fortalece nossa imunidade. Esses aminoácidos são encontrados nas proteínas, por isso, incluir na dieta alguns dos alimentos a seguir podem te ajudar na prevenção da herpes labial:

Carnes magras, legumes, queijos, leite, iogurte, abacate, feijão, fígado, entre outros.

O que não devo comer?

Mesmo que seja indicado o consumo de certos alimentos, existem outros que devem ser evitados para que o vírus não se manifeste.

Esses alimentos “proibidos” são aqueles ricos em Arginina. A Arginina também é um aminoácido, mas, ao contrário da Lisina, ela estimula a reativação do vírus HSV-1(Herpes Labial).

Alimentos ricos em Arginina

Se você quer evitar outra crise de herpes labial, deve evitar o máximo que puder, o consumo dos alimentos a seguir:

Amêndoas, castanhas, amendoins, granola, aveia e qualquer coisa que contenha gérmen de trigo.

Suplementos

Para prevenir o Herpes, use suplementos alimentares.
Suplementos alimentares, para prevenir o herpes labial.

Se você é o tipo de pessoa que lida bem com suplementação através de comprimidos, então essa pode ser uma boa ideia para prevenir o herpes labial. Além disso, a suplementação é indicada nos casos em que só uma boa alimentação não é o bastante.

Lembra-se da Lisina? O aminoácido encontrado na proteína que ajuda a manter o vírus latente? Já existem cápsulas dela para suplementação.

Qual a dosagem?

Para prevenir o aparecimento do vírus da herpes labial, especialistas recomendam que seja ingerida um dose diária de 500mg de lisina. Se o seu caso for de herpes labial recorrente, a dose aumenta, e pode chegar até 1000mg por dia.

E não existem somente suplementos a base de lisina. Os de zinco, vitamina C e ômega-3 também são muito recomendados por especialistas, bem como os alimentos ricos nesses elementos.

Alimentos Industrializados

Alimentos industrializados devem se revitados
Evite os alimentos industrializados

Outra coisa a ser evitada por pessoas que são propensas à herpes labial são os alimentos industrializados. É difícil não comê-los, até porque quase tudo hoje em dia é industrializado, mas vale a pena tomar cuidado.

Preste atenção na quantidade de conservante dos alimentos, até porque são esses que contém a terrível arginina.

Cuidados são necessários

De nada adianta você só tomar cuidado e prevenir o Herpes labial quando sentir que uma crise está se aproximando. Dessa maneira, você não evita o problema, só remedia.

Por isso, é preciso disciplina todos os dias. Não se esqueça do protetor labial, sempre que se sentir estressado demais, relaxe, respire, vá dar uma volta. Procure se alimentar bem, evitando alimentos com alto índice de conservantes, aprenda a ler rótulos!

Beba muita água e procure dormir bem, afinal, sua imunidade também depende de boas noites de sono.

Combate ao Herpes labial

Agora que você já sabe o que é Herpes labial, quais são suas causas, tratamento e consequências, não deixe de se cuidar. Prevenir é sempre melhor do que remediar.

Saiba mais sobre o Protocolo Definitivo para Acabar com o Herpes Labial.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *