O que é ejaculação precoce?

Tempo de leitura: 12 minutos

O que é ejaculação precoce?

O que é ejaculação precoce?
O que é ejaculação precoce?

Ejaculação precoce é quando um homem não consegue controlar o momento da sua ejaculação, ela vem de forma involuntária e em momentos “inesperados“. Em alguns casos, os mais graves, ela pode acontecer antes mesmo da relação começar ou durante a relação, mas logo no início.

O diagnóstico é dado de acordo com a história clínica do paciente. Quando uma pessoa passa a relatar que, constantemente, não consegue identificar exatamente o momento da sua ejaculação e, por essa razão, não consegue controlá-la o diagnóstico de ejaculação precoce é dado.

Entretanto, vale ressaltar que gozar uma ou duas vezes antes do esperado é normal e não significa que você sofre desse mal. A confusão realmente acontece e, por isso, neste artigo vamos dar mais profundidade ao assunto.

Como identificar a real ejaculação precoce?

Para que esse problema seja posto como um distúrbio, a ejaculação precoce deve acontecer diversas vezes. Um indício de que você pode estar ejaculando antes da hora é a pouca satisfação sexual da sua parceira. Tente notar a frequência da satisfação dela, se o resultado for negativo em mais do que a metade das vezes você está com problemas.

Enquanto homens possuem dificuldade em dizer o tempo de duração da relação sexual, as mulheres conseguem mensurar facilmente o tempo do ato até o momento do orgasmo. Assim, a tabela de satisfação feminina é utilizada como uma das formas de distinguir a síndrome.

Não existe um único padrão de tempo para citar se aconteceu ou não a ejaculação precoce. Esse entendimento é bem subjetivo e depende de cada casal ou pessoa. A parceira, com certeza, vai notar mudanças e poderá apontar se a ejaculação está ocorrendo mais rápido ou não.

Homens normalmente notam a mudança quando o assunto já está grave, por exemplo: quando a ejaculação nos primeiros segundos da penetração. E nesses momentos o que deveria ser uma atividade prazerosa para um casal acaba virando um problema, mas no meio de tudo isso há uma boa notícia: a ejaculação precoce pode ser tratada.

Por meio de análises fisiológicas e biológicas do que deveria ser normal, aponta-se que a ejaculação tem duas fases:

A primeira, é quando o sêmen é expulso dos órgãos de reprodução para a uretra; na segunda fase, o líquido é eliminado pela uretra até o meato uretral. Essa segunda etapa é a do orgasmo, e com a ejaculação precoce todos os processos são muito rápidos.

Uma das causas desse mal é a ansiedade, ela impede que o controle da ejaculação aconteça ao decorrer do ato sexual. Quanto mais o corpo produz adrenalina, maiores são as chances de uma ejaculação precoce, quando os casos se tornam graves demais, o homem pode até desenvolver disfunções eréteis.


Esse processo acontece com mais frequência na adolescência, quando a falta de experiência e o medo das primeiras vezes fazem aumentar a ansiedade. Geralmente, conforme o tempo passa, os jovens começam a ter um maior controle do corpo, dando adeus ao problema.

O nosso sistema nervoso é o principal ponto de controle de todas essas etapas. Essa estrutura é responsável por controlar todos os nossos movimentos, voluntários ou involuntários. Quando o homem está ansioso ou nervoso a esfíncter uretra, que é o que regula a ejaculação e também a urina, relaxa e a ejaculação precoce acontece.

Entretanto, como já dissemos e você provavelmente sabe, adultos e idosos também podem sofrer com a ejaculação precoce. As causas para fazer com que homens dessa faixa etária enfrentem esse problema, além da ansiedade, são:

Baixo Fluxo Sanguíneo

Conforme a idade vai aumentando o fluxo sanguíneo vai diminuindo na área do pênis. Caso as artérias cavernosas não tenham uma boa circulação do sangue, a ejaculação precoce secundária acontecerá com frequência.

Diferente da ejaculação precoce de primária, a ejaculação secundária acontece devido à dificuldade de manter o pênis ereto. Como a ereção não acontece por muito tempo, o caminho até o clímax ocorre de forma mais rápida, gerando a ejaculação fora de hora.

Nessas situações, o primeiro passo é acabar com a dificuldade de ereção e depois destruir de vez o problema de ejaculação.

Como não tem o tempo exato para considerar uma ejaculação como precoce, o homem precisa escutar a opinião sincera de sua parceira. Entretanto, ao notar que a ejaculação está ocorrendo antes mesmo do ato começar é melhor não demorar para procurar ajuda. Existem casos onde o pênis nem enrijece completamente e a ejaculação já se faz presente.

Alguns pesquisadores acreditam que se, consequentemente, um homem há ejaculação em menos de um minuto, ele já é considerado como alguém que sofre com a ejaculação precoce.

Além do tratamento ser relativamente rápido, também existe uma terapia diferenciada para tratar desse mal. O estilo das sessões varia de acordo com o diagnóstico apontado por um médico, mas em boa parte das vezes ele é ligado a psicoterapia. Por meio desse procedimento, é possível identifica e, então, controlar as próprias emoções e, consequentemente, a ejaculação.

A sua parceira também pode fazer parte de algumas sessões. Quando isso ocorre, é normal que a comunicação entre o casal melhore.

Hipersensibilidade na glande do pênis

Esse é outro problema que pode causar a ejaculação precoce nos homens adultos. Nessas situações, na menor estimulação ao redor da cabeça do pênis a ejaculação ocorre. Com o auxílio do bioestesiômetro, os médicos são capazes de medir o nível de sensibilidade dessa região.

O nome é assustador, mas os exames não doem. Com esse procedimento é possível identificar se a hipersensibilidade é a causa do problema.

Tratamento do povo

Como a ejaculação precoce é um distúrbio que atinge diretamente a autoestima e confiança masculina é normal que existam diversas dicas de tratamento caseiro para o fim desse mal. Não existe nenhuma comprovação científica em relação a elas, entretanto, trouxemos algumas para você conhecer.

Técnica da distração

Essa é uma das mais conhecidas e comentadas entre os homens. O recomendado é que o homem tente desligar a sua mente do ato sexual, pensando em outro assunto. Ao sentir que a ereção está diminuindo, é chegada a hora de novamente prestar atenção na sua parceira.

Técnica do aperto

O homem pode ser estimulado até sentir que a ejaculação está prestes a acontecer. Quando esse ponto chega é necessário apertar o final do pênis, onde acontece o encontro da glande com o eixo. E então, é preciso mantê-lo pressionado por cerca de 30 segundos e recomeçar novamente.

Tratamento médico

Pomadas anestésicas: essas pomadas têm uma ação que diminui a sensibilidade ao toque, retardando a hora da ejaculação. Muitos homens alcançam esse mesmo efeito com preservativos especiais.

Antidepressivos: Os antidepressivos controlam a ansiedade que é uma das maiores causas para o pouco controle em relação a ejaculação.

Spray: Os sprays possuem a mesma função dos preservativos especiais e pomadas, diminuir a sensação com o toque. Entretanto, esse processo pode causar um estranhamento resultando em uma queda do desempenho sexual.

Medicamentos para disfunção erétil: São indicados para os casos de ejaculação precoce secundária.

Medicamentos para ejaculação precoce: Clomipramina e Anafranil são alguns exemplos de medicamentos que podem ser prescritos pelo seu médico. Porém, assim como acontece com antidepressivos, esse medicamento pode causar efeitos colaterais.

Suplementos naturais: são vistos como um dos melhores para o fim desse problema. Isso porque os suplementos 100% naturais podem regular os níveis do hormônio, garantindo a quantidade correta de nutrientes precisos pelo organismo, além de melhorar a circulação sanguínea.

Tratamento natural comprovado

Talvez você já tenha escutado sobre o procedimento do Destruindo a Ejaculação Precoce, ele é um livro com um passo a passo de como acabar de vez com a ejaculação indesejada. O seu autor e os mais de 2500 clientes afirmam que os resultados realmente aparecem e são extremamente satisfatórios.

O diferencial desse projeto é que ao mesmo tempo que ele foge de medicamentos industrializados, ele também ignora as dicas totalmente caseiras e não comprovadas, como pensar em outra coisa enquanto está no ato sexual.

Dicas para serem levadas no seu dia a dia e no consultório médico

Não feche os olhos para o problema: após ser diagnosticado não feche os olhos para o problema. Confie no seu médico ele está apto para te ajudar, então se ele indicar um tratamento faça, pelo menos tente fazer. Isso não será bom só para você, será bom para os seus relacionamentos.

Não sinta vergonha: se perceber que as coisas estão mudando procure um especialista. Em boa parte das vezes, o tratamento indicado é rápido, quando mais você demora para falar com o especialista, mais tempo sofrerá com essa situação e também pode ser que o problema se desenvolva para pior.

Dê apenas a atenção necessária: quanto mais preocupado com isso você fica, mais ansioso você estará e sabemos que isso só dificulta a situação.

Orgasmos simultâneos: é bom ter em mente que ele não vai acontecer todas as vezes. O ideal é o casal tenha o seu tempo, que você chegue na sua hora e sua parceira na hora dela.

Se conheça: ter uma noção do próprio corpo e saber lidar com as emoções que você sofre durante o dia é essencial para que o tratamento ocorra da melhor maneira. Não são todas as pessoas que conseguem mudar a sua situação sozinhas, por isso, o auxílio médico é sim muito importante.

Fatores de risco da ejaculação precoce

Já vimos como ocorre a ejaculação precoce e já sabemos que qualquer homem pode passar por isso. Apesar de ser um problema de fácil solução, a ejaculação precoce, assim como qualquer outro distúrbio, tem seus fatores de risco. E não podemos terminar esse artigo sem que você os conheça.

Doenças já existentes

O antigo histórico de saúde pode interferir diretamente na ejaculação precoce, ainda mais quando há condições médicas preocupantes, como inflamações e infecções na região da próstata. Doenças cardiorrespiratórias e cirurgias pélvicas podem interferir na ejaculação, acelerando todo o processo.

Disfunção erétil

Os homens que tem disfunção erétil possuem uma chance maior de desenvolverem a ejaculação precoce. Se o homem possui problemas para manter ou até mesmo obter a ereção, a liberação de esperma ocorrerá antes do esperado, muitas vezes, antes mesmo do primeiro minuto do ato sexual.

O constrangimento que normalmente existe devido a essa condição também faz com que a ejaculação precoce aconteça.

Muito café, estresse e ansiedade

Seja devido á antigos problemas sexuais, má situações no trabalho ou com a família e amigos, pouco dinheiro, ansiedade, tensões emocionais e outras condições psicológicas podem prejudicar a sequência ejaculatória.

Ademais, a ingestão excessiva de cafeína pode aumentar todo o ciclo psicológico envolvendo nervosismo, ansiedade, estresse e outros. Entretanto, não precisa abrir mão total do seu cafézinho, o excesso é o que é prejudicial para a vida sexual e até mesmo para o resto da sua saúde.

Mudanças nos neurotransmissores

A mudança do nível de neurotransmissores como a serotonina pode aumentar as chances de desenvolver a ejaculação precoce. Isso acontece porque os neurotransmissores são responsáveis pelo controle do sistema ejaculatório, ou seja, orientam o ritmo da ejaculação.

Quando esse hormônio está mais baixo do que o necessário é bem comum que a ejaculação acontece prematuramente.

Alteração dos níveis hormonais

A alteração dos níveis hormonais é o principal motivo biológico para a ejaculação precoce, quando se trata de testosterona as chances de ejaculação precoce triplicam.

Problemas com a tireoide também entram na lista de fatores de risco, porque os hormônios tireoidianos estabelecem o metabolismo corporal, e, quando há mudanças, o homem possui mais chances de passar pela ejaculação precoce.

Utilização de medicamentos psicotrópicos

Esse é um dos maiores fatores de risco para o desenvolvimento de problemas com a ejaculação. O constante e exagerado uso de drogas psicotrópicas pode ser fatal para a visa sexual.

Esses remédios interferem na passagem das mensagens do cérebro para o corpo, e esse problema é a chave para a indesejada ejaculação inesperada.

Viu só como existe muita informação sobre a ejaculação precoce? O melhor de tudo é que, se existe informação, existem também pesquisas, e se existem pesquisas é porque os métodos para o fim desse mal estão melhorando. Os problemas com ejaculação podem ser tratados facilmente, então peça ajuda!