Como deve ser o treino de peito

Tempo de leitura: 14 minutos

Como deve ser o treino de peito

Como dever ser o treino de peito

Como dever ser o treino de peito.

O peitoral é uma parte símbolo do corpo masculino, que chama muita atenção e por isso, recebe tanta importância na hora do treino. E como outras partes do corpo, precisa de muito esforço para ser definido.

Mas, assim como todas as outras partes do corpo, se o peito não for exercitado corretamente, pode acarretar problemas na saúde do indivíduo. E é exatamente por isso que hoje você vai conferir passo a passo de como deve ser o treino de peito, além de dicas para fazer com que você ganhe força e volume nessa região de uma forma rápida.

Treino de peito

Como dever ser o treino de peito
Treino de peito

A primeira coisa para a qual você deve se atentar é que é preciso ter disciplina. Os exercícios precisam ser realizados da forma certa, na frequência certa, e para isso, é preciso paciência. Não é nada de muito diferente do que seja necessário para definir qualquer outro músculo, mas o peitoral tende a ser uma parte do corpo que exige mais do indivíduo durante as séries.

Mas, se você está começando a treinar agora, é preciso saber que para definir o peitoral, vai levar um certo tempo. Isso porque, para que a definição comece a ficar aparente, é preciso que sua musculatura já esteja mais madura, ou seja, não adianta querer que em duas semanas o resultado apareça, porque isso não vai acontecer.

Músculo Peitoral

Músculo peitoral maior ou Pectoralis major é um músculo localizado no tórax.
Músculo peitoral maior ou Pectoralis major é um músculo localizado no tórax.

O Músculo peitoral maior ou Pectoralis major é um músculo localizado no tórax. Apresenta três inserções proximais, nas cartilagens costais, no esterno e na clavícula. As inserções nas costelas e esterno formam a cabeça esternocostal. A inserção na clavícula forma a cabeça clavicular.

A inserção distal se dá no lábio lateral do sulco intertubecular do úmero. Suas ações principais são a rotação medial e adução do braço, mas tambem estão envolvidos na flexão e extensão deste membro. A sua inervação faz-se, essencialmente, pelos nervos peitorais lateral e medial, provenientes de fascículos do plexo braquial.

Recomenda-se treinar o grupo peitoral com exercícios que desenvolvam os deltóides. Haja visto que trabalhando o peitoral, os deltóides também sofrerão um impacto pelos exercícios.

Importância

O peitoral é um músculo grande e precisa de muita força, além de energia para realizar os movimentos.
O peitoral é um músculo grande e precisa de muita força, além de energia para realizar os movimentos.

Mais importante do que treinar o peito por uma questão de estética, é preciso tomar cuidado durante o treino, porque o peitoral é um músculo grande e precisa de muita força, além de energia para realizar os movimentos.

E sobre tomar cuidado com a realização dos movimentos, é sério! O peitoral é o músculo que exerce uma função muito importante, ajudando nosso tronco a se manter estável, portanto, qualquer lesão pode causar um dano muito sério.


Frequência

Treino intercalado trás inúmeros benefícios, mas o principal deles é que você não sobrecarrega a musculatura do peito.
Treino intercalado trás inúmeros benefícios, mas o principal deles é que você não sobrecarrega a musculatura do peito.

Se você quer causar intrigas dentro de uma academia, basta perguntar quantas vezes por semana deve ser feito o treino de algum músculo em particular. As opiniões podem ser diferentes, justamente porque cada pessoa é diferente, e as vezes o que funciona para mim, não é o que funciona para você, mas existe uma recomendação base.

Quantas vezes na semana deve ser feito o treino de peito? Bom, essa é uma das dúvidas mais frequentes de quem está começando a treinar agora, e mesmo de quem já treina há algum tempo, mas não vem observando resultados.

Você deve treinar o mesmo músculo até três vezes na semana, e de forma intercalada. Ou seja, se você treina o peito na segunda, fará isso de novo na quarta e depois só na sexta. Os benefícios desse tipo de treino intercalado são vários, mas o principal deles é que você não sobrecarrega a musculatura do peito.

Isso faz com que seu corpo esteja em perfeitas condições de treinar depois do dia de intervalo, e não compromete os seus resultados.

O que não deve ser feito?

Nunca use um peso maior que você pode suportar, lembre-se o movimento fica curto e o peito não é trabalhado de maneira eficiente, por que  uma grande parte do esforço passa a ser feito pelo tríceps e pelos ombros.
Trabalhe adequadamente todas as áreas do peitoral, por que é muito comum, fazer um treino enfatizando somente uma área do peitoral.
Fique atento durante o supino para evitar a rotação de ombros, você pode causar uma lesão na articulação.

Pular o aquecimento

Para o aquecimento procure levantar pesos leves a princípio, depois você já estará pronto para o treino de peito.
Para o aquecimento procure levantar pesos leves a princípio, depois você já estará pronto para o treino de peito.

As pessoas têm o hábito de achar que o aquecimento não é uma parte importante do treino, mas se enganam.

Nosso corpo, apesar de ser uma estrutura forte, não está preparado para carregar muito peso assim de surpresa. É preciso prepara-lo antes. E de que forma isso pode ser feito? Bom, é simples. Procure levantar pesos leves a princípio.

Dessa forma, você faz com que seu corpo vai expulsar o excesso de líquido nas cartilagens, além de fazer seu sangue circular e acelerar o batimento cardíaco. Depois disso, você está pronto para o treino de peito.

Não faça exercícios na ordem errada

Se você quer saber como deve ser o treino de peito, então fique sabendo que existe sim uma ordem a ser seguida por quem quer definir o peitoral.

  1. Músculos grandes deverão ser treinados antes de músculos pequenos. Exemplos: peito antes de ombro e tríceps, costas antes de bíceps e antebraços, ombros antes de braços.
  2. Exercícios compostos deverão ser feitos antes de isoladores. Exemplos: Supino antes de crucifixo, agachamento antes de extensora, desenvolvimento antes de elevação frontal.
  3. Exercícios livres deverão ser feitos antes de máquinas. Exemplos: agachamento livre antes de legpress, barra fixa antes de puxada no pulley, supino reto com barra antes de supino articulado.

Pergunte ao seu personal qual é a melhor ordem para o treino de peito, e siga as instruções de um especialista. Somente dessa forma você poderá observar os resultados.

Quanto peso devo carregar

Levantar cada vez mais carga no decorrer do tempo é um fator importante para o ganho de massa muscular.
Levantar cada vez mais carga no decorrer do tempo é um fator importante para o ganho de massa muscular.

A dica nesse caso é que você sinta o seu corpo trabalhando, mas sem fazer um esforço que você não seja capaz de controlar.

Levantar cada vez mais carga no decorrer do tempo é um fator importante para o ganho de massa muscular.

Executar o exercício corretamente e de maneira controlada, vai aumentar a qualidade do movimento, gerar mais força, massa muscular e diminuir as chances de lesões.

Faça pequenos incrementos de carga, no seu treino a cada semana, no decorrer do tempo se transformará em grandes ganhos

Descanse entre as séries.

Alimentação

Comer bem em uma dieta para definir músculos, rica em proteínas e carboidratos magros.
Comer bem em uma dieta para definir músculos, rica em proteínas e carboidratos magros.

Outra dica importante que tem ver com o sucesso do seu treino, seja ele de peito ou de qualquer outra parte do corpo, é uma boa alimentação.

Comer bem, faz com que você consiga atingir seus resultados mais rápido. E se o seu objetivo é definir o peito, então precisa aderir uma dieta para definir músculos, rica em proteínas e carboidratos magros.

Quando falamos em carboidratos magros, nos referimos àqueles que contém gordura boa, como a batata doce, o arroz, o frango sem pele, etc. E isso cabe às proteínas também! Prefira carnes magras como o peixe e o frango. Ovos são de lei na dieta para definir o peito!

Descanso

Outra dica para você acertar no treino de peito é: dê tempo para seu corpo descansar.

Isso mesmo, o descanso do músculo é fundamental para que ele consiga se definir. Principalmente quando estamos dormindo.

É no momento do sono que as células que foram prejudicadas ao longo do treino, tomam tempo para se recuperar. Dessa forma, seu corpo se livra de dores e está apto para a próxima sessão de treino. Por isso, nada de puxar peso todos os dias!

Melhores exercícios para o peitoral

Agora que você já sabe das principais dicas para conseguir definir os músculos do peito, e o que não deve fazer no seu treino de peito, então é hora de dar uma olhada nos melhores exercícios para o seu treino de peitoral.

Antes de qualquer coisa, é preciso que você entenda que todos esses exercícios, principalmente os que envolvem cargas de peso considerável, devem ser feitos na presença de um profissional, para que você tenha toda a assistência necessária para realizar os movimentos certos, sem prejudicar a sua saúde.

Crossover

Cruzamento de cabos --Crossover
Cruzamento de cabos –Crossover

O intuito de quem realiza esse exercício é trabalhar a região inferior no peito, por isso, é um exercício feito a uma certa altura, e os movimentos se resumem em puxar para baixo os cabos do aparelho. Puxe-os até a altura dos ombros, mais ou menos, e vá repetindo o movimento.

Lembre-se que as repetições são estabelecidas, a princípio, pelo seu personal.

Pullover

Pullover, você levanta os halteres para cima, e para baixo, estando deitado.
Pullover, você levanta os halteres para cima, e para baixo, estando deitado.

É basicamente o contrário do crossover. Se no crossover o indivíduo puxa o peso para baixo, no pullover, ele levanta os halteres para cima. Na verdade, para cima e para baixo, mas como o indivíduo precisa estar deitado, pode-se dizer que está empurrando o peso para cima.

É um exercício relativamente complicado, mas não é preciso que o indivíduo carregue muito peso, por isso, ele geralmente é colocado no final do treino.

Crucifixo com halteres

Crucifixo com halteres
Crucifixo com halteres

Esse exercício é um dos que trabalha o peitoral quase que exclusivamente. Isso porque sobrecarrega muito essa parte do corpo, e faz com que as fibras se desenvolvam melhor. Mas, apesar de sobrecarregar o peito, não exige que seja levantado nada muito pesado.

Supino reto

Supino reto solicita todas as fibras do peitoral.
Supino reto solicita todas as fibras do peitoral.

Para estimular os músculos do peitoral, o supino reto é um excelente exercício. O supino reto solicita todas as fibras do peitoral, ou seja, trabalha o peito todo durante a sua execução, mas em especial, trabalha as fibras médias.

Benefícios do treino de peito

Agora que você já sabe quais são os melhores exercícios de treino de peito, então é hora de ficar por dentro de quais as vantagens que esse treinamento pode trazer para a sua saúde. Lembra quando dissemos que o treino de peito vai muito além da estética? Pois é, chegou a hora de descobrir o porquê.

Flexibilidade

Pode parecer que só exercícios como Yoga interferem na nossa capacidade de flexibilidade mas não é bem por aí. O peitoral é usado o tempo todo, em momentos que utilizamos o braço para alcançar um objeto distante, ou para sustentar nosso corpo no corrimão quando descemos os degraus, por exemplo.

Ou seja, o peitoral já é usado em atividades básicas no dia a dia em que precisamos de flexibilidade, portanto, se exercitamos essa parte do corpo, quer dizer que seremos ainda mais flexíveis.

O que a falta de flexibilidade causa?

Pode parecer mentira, mas pessoas muito sedentárias, que nem sequer sobem de escada, por exemplo, provavelmente terão grandes problemas por falta de flexibilidade.

E isso afeta principalmente a região do peitoral, que é a região tão adorada principalmente pelos homens. Você pode perceber isso em uma pessoa corcunda, por exemplo. Quando ela senta, a coluna não fica ereta. Ou seja, isso quer dizer que exercitar o peitoral também colabora com uma postura melhor.

E uma postura melhor é boa não só para a sua saúde, como também para a sua aparência!

Suplementação

Os Suplementos são escolhidos pelas pessoas pela sua praticidade, porque em um único concentrado, você recebe vitaminas e nutrientes que talvez uma refeição completa não teriam.
Os Suplementos são escolhidos pelas pessoas pela sua praticidade, porque em um único concentrado, você recebe vitaminas e nutrientes que talvez uma refeição completa não teriam.

Há quem acredite que a suplementação não é necessária para potencializar os resultados do treino. Na verdade, isso fica a critério de cada um, o importante mesmo é que todos os nutrientes estejam presentes no corpo antes ou depois no treino.

O motivo pelo qual as pessoas escolhem a suplementação é a praticidade, porque em um único concentrado, você recebe vitaminas e nutrientes que talvez uma refeição completa não tereiam.

Por isso, se você quer potencializar a sua definição muscular, proteína isolada é o suplemento mais recomendado. A recomendação inicial é que ela seja tomada após o treino, mas, isso depende. O ideal é que você consulte um nutricionista e também o seu personal, para saber o que se adequa melhor no seu caso.

Benefícios da suplementação

Um dos maiores benefícios do suplemento é que eles são capazes de acelerar o metabolismo, ou seja, você vai se livrar mais rápido da gordura presente em seu corpo, o que faz com que seja mais fácil definir os músculos como um todo, o que inclui o peitoral.

Curiosidades

O filósofo grego Platão acreditava que o exercício físico devia ter um lugar de destaque na educação dos adolescentes, bem como em grande parte do cotidiano dos adultos.

Ele tinha a certeza de que os exercícios podiam curar algumas doenças.

Os pensadores da Grécia antiga acreditavam existir um vínculo indissolúvel entre o intelecto, o desenvolvimento físico do corpo e a saúde.

Corpo são em mente sã.

Melhora a Circulação Sanguínea

Treino de peito traz uma melhora significativa para a sua circulação sanguínea.
Treino de peito traz uma melhora significativa para a sua circulação sanguínea.

Você sabia que o treino de peito traz uma melhora significativa para a sua circulação sanguínea?

Sim, a partir do momento em que você está movimentando o seu corpo várias vezes na semana, seu sangue já circula melhor, o que reduz o risco de doenças causadas por má circulação.

Fortifica os ossos

O treino de peito, além de fortalecer os músculos, também traz uma melhora na estrutura dos ossos. A longo prazo, uma osteoporose, por exemplo, doença que se dá pela deficiência do cálcio, será uma realidade muito distante de uma pessoa que se alimenta bem e realiza treinos de peito frequentes.

Bom, agora você já sabe como deve ser o treino de peito. Além disso, sabe das vantagens dele, o que não deve ser feito, quais são os principais cuidados a ser tomados e ainda está por dentro de algumas curiosidades sobre o assunto. Por isso, não existe mais desculpas para não realizar o treino de peito da forma correta!