Tudo o que você precisa saber sobre o tratamento para celulite

Tudo o que você precisa saber sobre o tratamento para celulite

Antes de saber sobre o tratamento para celulite, quais são os melhores tipos, como cada um deles funciona e muito mais, é necessário entender também o que é a celulite, em todos os aspectos, o que a causa e quais são os seus tipos, para, assim, poder dar início ao tratamento correto e ideal.

Este artigo foi criado para tirar todas as suas dúvidas a respeito do tratamento para celulite, não falaremos das fórmulas que prometem resultados absurdos, como ume pele 100% perfeita da noite para o dia, porque isso, infelizmente, não existe. Conversaremos sobre as opções que já tiveram os seus resultados comprovados cientificamente.

Primeiramente: corra de todos os produtos que prometem milagres em relação ao fim do problema, muitas das vezes, isso não passa de uma propaganda enganosa, que te leva ao gasto desnecessário de dinheiro.

Tratamento para celulite: O que é a celulite?

A celulite, são as ondas e furos que se apresentam em nossas peles, segundo os especialistas, elas são irregularidades geradas pelo desarranjo anatômico do nosso tecido subcutâneo.

Por baixo da pele existe uma placa de gordura que muda de acordo com a região do corpo e condição nutricional de cada pessoa, abaixo dessa placa de gordura está o músculo, que é conectado a nossa pele através das fibras elásticas de tecido fibroso. Quando esse conector acumula gordura e ao mesmo tempo tem pouca elasticidade, a pele se torna irregular.

Sabendo dessa breve explicação, é possível entender que a celulite se trata de um movimento da gordura em sentido à pele. 

Por isso, as celulites aparecem com mais frequência nas partes do corpo onde se acumula gordura facilmente, como a barriga, coxas, quadril e nádegas. Apesar de ocorrer com mais frequência nas pessoas acima do peso, elas também atingem os magros e malhados, porque, como vimos, esse processo tem a ver com a elasticidade.

A maneira como a gordura é distribuída por um corpo e o acúmulo de líquidos também influenciam diretamente para o aparecimento dos furos e ondulações.

Para encontrar o tratamento para remover celulite correto, também precisamos relembrar que esse problema estético tem uma classificação por grau, só assim você saberá para onde correr.

Celulite de 1º grau: não aparece visivelmente quando se está em pé ou deitado, mas quando se aperta determinada área é possível encontrar as alterações da pele;

Celulite de 2º grau: Já é visível mesmo quando a pessoa está em pé ou deitada, não é necessário contrair a pele para enxergá-la;

Celulite de 3º grau: Extremamente visível, e leva a pele um aspecto de laranja, com nódulos e relevos evidentes.

Além dos graus, existem também tipos de celulite:

1 – Flácida: Ocorre com maior frequência nas pessoas que sofrem com o efeito sanfona, que é quando perdemos ou ganhamos peso de maneira muita rápida. Também podemos associar esse tipo de celulite a aparição de varizes e estrias, apesar disso, não são dolorosas ao toque.

Normalmente aparecem na região das coxas e pernas de pessoas sedentárias.

2 – Edematosa

Não possui músculos flácidos e nem duros, são dolorosas ao toque e, muitas vezes, mesmo sem o toque. É o tipo mais grave de celulite, pode ser causada por problema de tireoide, problemas no ovário ou diabetes.

Também é possível observar outros sinais e sintomas da celulite edematosa: aparição de varizes, fácil cansaço, impressão de peso, vasos capilares com fragilidade e outros.

3 – Dura:

Não são muito visíveis, porque aparecem com mais frequência em pessoas que estão sempre se exercitando e mantêm os seus músculos definidos.

4 – Aquosa

A principal causa desse tipo de celulite é a má circulação sanguínea e retenção líquida, normalmente, aparecem nas fases em que há desequilíbrio hormonal como na gravidez, menopausa, puberdade e TPM.  Até mesmo em estágios leves, pode aparecer com facilidade.

5 – Fibrosa

É a mais complicada de combater, porque está ligada diretamente a disfunção das fibras responsáveis pelo colágeno, essa disfunção é o que forma os relevos e endurece os nódulos na pele.

Normalmente, aparece nas mulheres com mais de 30 anos, que começam a encarar os problemas com de elasticidades da pele e pouca produção de colágeno.

As mulheres têm mais chances de terem celulites do que os homens? 

Para o azar das mulheres, a presença da celulite é mais comum no corpo feminino do que no corpo masculino.

Mais da metade da população de mulheres do mundo sofrem com esse mal, umas em graus pequenos e outras em maiores. Essa diferença entre homens e mulheres pode ser explicada devido a diferença do tecido subcutâneo dos homens, que dificulta a herniação da gordura, e devido ao estrogênio.

Existem também outros pontos que aumentam as chances se ter celulite: genética familiar, sedentarismo, estresse, tabagismo, alimentação errada, ingestão de menos de dois litros de água durante o dia. 

Agora que você já sabe um pouco mais sobre esse problema que atinge tantas pessoas no mundo, já poderá identificar quais dos tratamentos a seguir podem ser os melhores para você e conversar com mais conhecimento com um especialista.

Quais são os melhores tratamentos para celulite?

Vale ressaltar que a celulite, a não ser no caso da edematosa, ela apenas uma alteração normal que ocorre com maior frequência no tecido subcutâneo feminino, que, por uma questão estética e de padrão de beleza, é visto como um problema para as mulheres.

Por isso também é bom relembrar que se você não se incomoda com essas aparições em seu corpo, não tem porque se preocupar tanto em encontrar o melhor tratamento para celulite só por imposição de uma outra pessoa, essa é uma questão puramente estética, que dever ser respeita, porque para muitos outros é questão também de autoestima.

Apesar de toda a tecnologia, ainda não existe um tratamento para celulite 100% eficaz e muito menos milagroso. Aqui, nós vamos falar a respeito dos tratamentos mais feitos e que possuem comprovação científica e de qualidade.   

1 – Laser

O primeiro objetivo do tratamento para celulite com laser é abrir os gânglios linfáticos, utilizando o estímulo gerado pelo aparelho em locais como a região da axila e pubiana. Depois disso, começa as quebras das placas de gordura, através da aplicação do laser diodo de baixa fluência.

Ao fim desse processo, se utiliza o mesmo aparelho para fazer uma drenagem linfática, que leva as retenções liquidas e de gorduras até os gânglios linfáticos abertos, que liberam o que não é necessário ao corpo saudável através da urina ou fezes.

O procedimento não causa dor, pelo contrário, muitas pessoas afirmam se sentir relaxadas ao realizarem esse tratamento, e as sessões são rápidas, com cerca de uma hora. Os resultados começam aparecer a partir da décimo encontro com o especialista.

2 – Liposucção

A Liposucção, como tratamento para celulite, é uma técnica que gera a inalação da gordura através de tubos, que podem ser de borracha, metal ou plástico, de tamanhos diferentes.

A Liposucção é mais indicada para os casos em que há celulite edematosa, que são vistas por especialistas como o tipo de celulite mais grave, que chega a prejudicar a vida e bem-estar do paciente.

Este tratamento também é indicado para as pessoas diagnosticadas com celulites mais duras.

Como ocorre em outros tratamentos para celulite, esse método não acaba 100% com esse problema, mas o diminui bastante, ela deve ser realizada por um cirurgião plástico de extrema confiança, evite os profissionais duvidosos.

3 – Mesoterapia

Este é um tratamento para celulite, que aplica substância combinadas diretamente nos locais onde a celulite está presente, o objetivo é “acabar com o mal pela raiz”, e eliminar gordura localizada.

Essa combinação de substância varia de acordo com a necessidade e objetivo de cada pessoa. A grande polêmica desse tratamento é exatamente os diferentes métodos para cada paciente, muitas das substâncias que podem ser utilizar possuem risco de efeitos colaterais. 

4 – Massagem e drenagem linfática

A drenagem linfática e massagens são as formas mais tradicionais de tratamento para celulite, esses processos elimina as toxinas e as retenções de líquidos, deixando os locais antes afetados mais uniformes. 

Esse procedimento deve ser constante, ele é o tipo de tratamento para celulite que funciona temporariamente, porque o aspecto da pele permanece bom enquanto você o realiza. Por isso, ela é indica para as pessoas que possuem uma boa alimentação e se preocupam mais em evitar novas celulites do que acabar com as que já têm.

5 – Endermologia

A endermologia trabalha com a massagem através de um aparelho de sucção. Esse tratamento para celulite ativa o sistema linfático, através da drenagem da retenção de líquido, o que estimula a produção do colágeno – uma das substâncias mais importantes para a firmeza da pele. 

Ademais, a endermologia faz uma esfoliação nos locais preciso, eliminando as células mortas, e, segundos especialistas, esse processo pode quebrar também as células de gordura que estão envelhecendo.

Esse não é um procedimento inteiramente médico, por isso não é necessário realizar uma consulta médica antes de pedir por esse tratamento, normalmente, são esteticistas ou fisioterapeutas que fazem a aplicação da endermologia.

Tratamento populares, o que realmente funciona?

Entre os tratamentos que realmente funcionam, quando o assunto é o tratamento para celulite, podemos citar a reeducação alimentar e física e os tratamentos com cremes.

Assim, como citamos acima, não existe nenhum tratamento que vai acabar 100% com a aparição das celulites. Se as ações com auxílio médico e tecnológico não conseguem fazer esse milagre, imagina só os populares.

É necessário estar sempre de olho no que se acredita e no que se compra. O tratamento para celulite popular serve mais como uma prevenção do que medicação a celulite.

Caso você seja uma pessoa sedentária, é extremamente preciso mudar esse hábito, não só pela questão estética, mas também de saúde. Meia hora por dia de exercícios já ajuda a tornar o corpo menos propenso a mudanças drásticas, e como sabemos as mudanças corporais são uma ótima chave para a celulite.

E, em relação a alimentação, é preciso que a gente lembre todos os dias que a resposta que o nosso corpo nos dá tem tudo a ver com o que oferecemos a ele. Corte as frituras, o açúcar e os alimentos ricos em sódio do seu cardápio diário e introduza os alimentos antioxidantes, com Ômega 3, Vitaminas C e E, e Zinco. 

Já os tratamentos com creme pedem a sua atenção, antes de comprar algo, releia o nosso artigo e veja em qual tipo de problema o seu corpo se encaixa. Existe um tratamento para celulite caseiro, que quando realizado em parceria com a boa alimentação e exercícios físicos pode trazer ótimos resultados para as celulites de grau 1 e 2.

São três passos simples e rápidos: o primeiro consiste na esfoliação da pele, para renovar a região removendo as células mortas. Só é preciso massagear circularmente o local onde há celulite com um creme esfoliante, caso você não tenha um, é possível criar uma esfoliação caseira com mel e açúcar.   

O segundo passo é utilizando um creme anti celulite, após retirar todo o creme esfoliante esse anti celulite vai ser melhor absorvido pela pele. É possível encontrar bons cremes anti celulites, com preços acessíveis, em lojas de cosméticos, supermercados e farmácias.

Nesse caso é realmente melhor comprar um creme conhecido e ler sobre ele antes de usá-lo, é bom também identificar se ele é o ideal para a sua pele. Por exemplo: se sua pele for muito seca é melhor correr dos produtos que possam prejudicar ainda mais essa situação.

O último e terceiro passo é massagear o corpo, essa parte pode ser feita tanto com a mão ou com massageadores elétricos, que são baratos e fáceis de encontrar.

Com as mãos faça movimentos circulares de baixo para cima, e com o massageador é só aplicá-lo na região precisa. Essa massagem pode se aproximar das realizadas por profissionais, ela estimula a circulação sanguínea e promove a absorção do creme na pele. Esse processo não pode ultrapassar 15 minutos. 

Essas prevenções a celulite são tratamentos eficazes e baratos. A boa alimentação e exercícios físicos precisam ser rotineiros, e o tratamento para celulite popular e caseiro com creme e esfoliação pode ser realizado até três vezes na semana.

Tudo o que você precisa saber sobre o tratamento para celulite
Avalie este post

Gostou? Compartilhe 😉 ~>Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *